Cultural Due Diligence & PMI:

Integração cultural e comunicacional em Fusões & Aquisições


Uma das principais causas de insucessos nos complexos processos de F&A estão vinculados a problemas na INTEGRAÇÃO CULTURAL E COMUNICACIONAL pós-fusão ou aquisição.
Independentemente das razões que motivem uma F&A, um processo que contemple apenas a criação de valor financeiro, em detrimento dos Capitais Intangíveis, correrá grande risco de entrar, no que denominamos, Círculo de Perda de Sinergia Orgânica.

Em contrapartida, um processo que considere a integração estratégica dos Capitais Intangíveis - Social, Cultural e Humano - terá maior propensão em desenvolver um Círculo de Ganho de Sinergia Orgânica, facilitando assim o sucesso integracional.



Como facilitar o processo de Integração?


Com o objetivo de facilitar a integração cultural nas F&A, desenvolvemos o serviço exclusivo DMDI®, o qual abrange as etapas pre e post-deal: Diagnosticando, Monitorando e Desenvolvendo a Integração cultural e comunicacional através de ferramentas inovadoras e multidisciplinares.

1. Due Diligence Cultural:

 

No momento prévio a F&A (pre-deal),  conduzimos uma intensiva Due Diligence Cultural, entendida como o  diagnóstico das compatibilidades culturais e comunicacionais nas organizações a serem integradas.

Desta maneira, entregamos um informe detalhado caracterizando as:

 

  • Redes de Comunicação Informais dentro de cada organização e entre elas e seus stakeholders, identificando os colaboradores chaves nas redes de expertise, cooperação, confiança, inovação e motivação.
  • Compatibilidades Culturais entre as organizações, identificando potenciais obstáculos e facilitadores da integração cultural e o nível de complexidade/custo na implementação da estratégia integracional (PMI). 
Em suma, nesta etapa coletamos e analisamos informações estratégicas visando minimizar riscos e agilizar os tempos da integração. 
2. Monitoramento da Integração Post-deal:

 

Monitoramos o estado da integração cultural post-deal, identificando:

 

  • Níveis de integração cultural e comunicacional alcançados.
  • Clima de trabalho.
  • Turn-over de colaboradores chaves.
  • Internalização e mobilização da identidade organizacional emergente, entendida como a Visão, Missão e Valores institucionais.
3. Desenvolvimento do PMI cultural (Post Merger Integration):

 

Em contrapartida ao que o termo “Integração Pós Fusão” sugere, o Planejamento da Integração Cultural deve ser considerado na etapa pre-deal e implementado nos primeiros 100 dias de integração, levando em conta os resultados da Due Diligence Cultural

 

No caso do plano de desenvolvimento de integração cultural não ter sido estruturado previamente, é possível desenvolvê-lo a partir dos insumos do Monitoramento da Integração pós F&A.

 

Em ambos os casos, ajudamos a: 

 

  • Definir um plano de integração cultural, conjuntamente com o responsável por gerir o processo de integração ou IMO (Integration Management Office).
  • Definir e comunicar a identidade organizacional emegente, cujos Valores, Missão e Visão sejam internalizados e mobilizadores do capital humano da nova organização. 

 

 

 

Desenvolvendo Marcas fortes e Organizações Saudáveis a partir de uma abordagem emergente e orgânica

                         Tree Branding: The Inside-out & Bottom-up Branding